Publicações

image50

Coroa de Rosas | Duarte Solano

Duarte Solano nasceu em Penafiel no dia 31 de agosto de 1889 e faleceu no Porto a 16 de dezembro de 1915, vítima de tuberculose. Irmão mais novo do poeta e jornalista Rodrigo Solano, viu-se reconhecido pelos seus pares como um dos poetas mais representativos da sua geração no contexto cultural portuense. Trabalhou nesta cidade como jornalista em vários periódicos (O Porto, Diário do Norte, Educação Nacional e Jornal de Notícias). Juntamente com João Grave, foi responsável em 1915 pela edição de Fumo, obra sonhada pelo irmão Rodrigo. Nesse mesmo ano faleceria, deixando a sua própria produção dispersa por jornais e revistas. Esta acabaria por ser compilada por iniciativa de alguns amigos no volume Corôa de Rosas, publicado em 1927.


(Este livro pode ser comprado na Biblioteca Municipal de Penafiel pelo preço de 5€.)

image51

Fumo | Rodrigo Solano

Rodrigo Solano nasceu a 27 de março de 1879 em Penafiel e faleceu no Porto a 21 de julho de 1910. Desde cedo viu o seu talento literário reconhecido entre os cenáculos literários que frequentou em Viana do Castelo, onde foi professor do liceu durante breve período, e sobretudo no Porto, onde exerceu a atividade de jornalista. Os seus poemas e traduções encontravam-se dispersos por vários periódicos e revistas no momento da sua morte. Em 1915, a Renascença Portuguesa publicou-os no volume Fumo com prefácio de João Grave. A sua poesia revela o compromisso entre um rigoroso apuro formal e um lirismo subjetivo que colhe nas mais influentes experiências estéticas oitocentistas muitos dos seus temas e imagens.


(Este livro pode ser comprado na Biblioteca Municipal de Penafiel pelo preço de 10€.)

image52

Um Ilustre Republicano Penafidelense: Dr. Joaquim Cotta (1973-1957) | António José Queiroz

 

O autor António José  Queiroz nasceu em Vila Meã (Amarante), em 1954. Historiador e investigador universitário, tem colaboração em diversas revistas cientificas e obras coletivas, com textos maioritariamente dedicados ao estudo da República e do Republicanismo. É autor, entre outros, dos seguintes livros: O Jornal Portuense A Montanha e as Relações Luso-Espanholas (1911-1926), Amarante, Edições do Tâmega, 1997;  A Esquerda Democrática e o final da Primeira República, Lisboa, Livros Horizonte, 2008; José Domingues dos Santos: O Defensor do Povo (1887-1958), Lisboa, Assembleia da República, 2012. É membro da Associação Portuguesa dos Escritores e da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto.


(Este livro pode ser comprado na Biblioteca Municipal de Penafiel pelo preço de 5€.)